• Blog
  • O que fazer em San Pedro de Atacama e arredores

O que fazer em San Pedro de Atacama e arredores

: Chile Travel | : 9 outubro, 2018 | : Astroturismo , Aventura , Blog , Cultura , Natureza ,

O Deserto do Atacama é um dos cartões postais mais conhecidos do Chile. É que o lugar mais árido do mundo oferece uma variedade de paisagens e atrações que parecem de outro planeta. Aqui oferecemos uma lista completa do que fazer em uma viagem a San Pedro de Atacama.

Sua extensão de 105.000 km² abarca cinco regiões do Norte Grande do Chile e está delimitada pelo oceano Pacífico a oeste e pela cordilheira dos Andes ao leste. Aqui você encontrará vulcões cônicos, águas termais, vales escarpados e lagos nos quais poderá boiar sem esforço.

Nesta ocasião nos concentraremos no coração do deserto e no que fazer em San Pedro de Atacama e seus arredores, localizados na região de Antofagasta.

O que fazer em San Pedro de Atacama, o ponto de partida

A cidade de San Pedro parece ter parado no tempo. Aqui você vai encontrar pouca eletricidade e wi fi limitado, um lugar autêntico, mas bem preparado para atender os milhares de visitantes que chegam a cada ano.

Convidamos você a dar um passeio pelos labirintos de ruas de San Pedro, a conhecer as lojas de lembrancinhas e cafés, e a surpreender-se com a história da igreja construída em 1557, localizada na praça principal. E, como já estará nessa área, poderá visitar a feira de artesãos e levar algum produto típico da região.

Que hacer en San Pedro de Atacama: Visitar el desierto y sus volcanes

Você pode se hospedar nos vários estabelecimentos hoteleiros disponíveis em San Pedro e, partindo daí, fazer as excursões às atrações localizadas nos arredores. Também é possível alugar bicicletas, mas sempre tendo em conta as características dos lugares a visitar.

Os imperdíveis da Reserva Nacional Los Flamencos

Esta reserva de mais de 70.000 hectares foi criada em 1990, e um de seus propósitos é proteger espécies como a raposa culpeo, a vicunha e o puma, e a flora como o tamarugo e o algarrobo. É imperdível na lista de coisas a fazer em San Pedro do Atacama!

A Reserva Nacional Los Flamencos se divide em vários sectores e se distribui por uma vasta área de terra, que inclui uma série de atrações, como o Valle de la Luna, o Salar de Tara, o Salar de Pujsa, o Salar do Atacama, as Lagoas Altiplânicas (Miscanti e Miñiques), a Aldeia de Tulor e o setor de Tambillo, onde existe um bosque de 370 hectares de tamarugo.

É possível visitar a Reserva Los Flamencos com as excursões que saem de San Pedro de Atacama.

Visitar la flora y fauna del desierto es un imperdible de qué hacer en San Pedro de Atacama

Um atardecer no Valle de la Luna

Com sua etérea paisagem lunar e suas montanhas rajadas de rosa, o Valle de la Luna é a carta de apresentação do Deserto do Atacama. Nesse lugar abundam as raposas chilla e culpeo, zorzais, aguietas e outras espécies animais.

A maioria dos percursos guiados ao Valle de la Luna fazem uma parada na Cordilheira de Sal. Logo, continuam até um ponto de observação, provavelmente um dos melhores lugares para desfrutar as cores do entardecer no Deserto do Atacama.

O Valle de la Luna fica a 15 quilômetros de San Pedro e é possível chegar lá de bicicleta ou de carro. Assegure-se de reservar pelo menos 3 ou 4 horas para viver uma experiência completa nesse lugar épico.

Que hacer en San Pedro de Atacama: Admirar el atardecer en el Valle de la Luna

Tour fotográfico no Salar de Tara

O Salar de Tara está localizado ao leste de San Pedro, perto da fronteira com a Argentina e Bolívia, e é uma das viagens mais memoráveis que você pode fazer no Deserto do Atacama.

Este lugar consiste em uma enorme planície que possui incrustações de sal e uma fina camada de água que a recobre. Essa combinação cria mágicos reflexos do céu em uma paisagem que se estende por quilômetros.

Aproveite para tirar muitas fotos e brincar com as ilusões de ótica que acontecem nesse lugar. Além disso, prepare-se para fotografar flamingos, vicunhas, raposas culpeo, preás, gaivotas andinas, chorlos ou patos jergón, entre outras espécies animais.

O Salar de Tara pode ser visitado como parte de um passeio ou com seu meio de transporte particular. Fica a uma hora e meia da cidade.

Salar de Tara es un imperible de todo lo que hay que hacer en San Pedro de Atacama

O Salar do Atacama, o maior de todos

Com uma superficie de 3000 km², o Salar do Atacama é o maior do Chile. Debaixo de sua superfície existe um lago oculto por uma crosta de sal, o que lhe confere seu particular aspecto de cor ocre.

O salar alberga 40% das reservas mundiais de lítio. A área é habitada por várias espécies de aves, entre elas o flamingo rosado chileno.

Leve em consideração que você pode fazer uma visita que inclua um pacote para ir ao Salar e a outras atrações da Reserva Natural Los Flamencos que seja de seu interesse conhecer.

Observar Flamingos rosados na Lagoa Chaxa

Localizada a aproximadamente uma hora de San Pedro do Atacama, a Lagoa Chaxa é um enorme oásis salgado rodeado por um deserto de sal. Nessa área estão concentrados os flamingos rosados que aparecem para se alimentar e se reproduzir.

Aconselhamos que você chegue de manhã cedo para observar a luz de tons rosados do amanhecer, que contrasta com a cor azul da água.

Viva a experiência de boiar sobre a Lagoa Cejar e Lagoas Escondidas de Baltinache

As lagoas e lagos ao redor do Deserto do Atacama têm tamanha concentração de sal, que é possível boiar sobre eles sem esforço algum.

A maioria das empresas de turismo realiza excursões diárias à Lagoa Cejar, localizada a aproximadamente 19 quilômetros de San Pedro. Essa lagoa de cor esmeralda contém altos níveis de sal e litio.

As Lagoas Escondidas de Baltinache, menos conhecidas, mas não menos espetaculares, se encontram em um longo caminho de terra em frente à estrada principal entre San Pedro do Atacama e Calama.

Importante: use sapatos para água ou sandálias, pois as protuberantes formações de sal podem machucar os pés.

Lagunas Baltinaches y qué hacer en San Pedro de Atacama

Toconao, Socaire e Camar, a vida no deserto

Trinta e oito quilômetros ao sul de San Pedro, se encontram as cidades oásis de Toconao, Socaire e Camar, onde é possível ter uma ideia de como vivem os habitantes do inóspito deserto.

Lá você também encontrará artesanato e tecidos tradicionais de lã de ovelhas e camelídeos.

Piedras Rojas, o tesouro vermelho do deserto

A mais de 4.000 metros de altura e a 150 quilômetros de San Pedro, se encontram as Piedras Rojas, uma atração imperdível em sua rota pelo Deserto do Atacama.

Lá você poderá encontrar animais como a viscacha e a raposa, além de aves como o condor, o avestruz e o flamingo.

A paisagem está coberta de pedras cuja tonalidade avermelhada se deve à oxidação do ferro presente na área. Lá também é possível observar o Salar de Aguas Calientes e sua imponente cor calipso.

Perto desse setor se encontram os Monjes de la Pacana, dois imponentes pilares de pedra que se erigem como sentinelas do deserto.

¿Qué hacer en San Pedro de Atacama? Visitar los Pueblos andinos

Valle de la Muerte, adrenalina nas dunas de areia

Localizado a somente dois quilômetros de San Pedro, o Valle de la Muerte se impõe com suas dunas, que ficam entre espetaculares formações rochosas da Cordilheira de Sal.

Este vale, uma das atrações mais interessantes do Deserto do Atacama, é o lugar indicado para os amantes da adrenalina. Seus areais de mais de 100 metros oferecem a oportunidade de praticar sandboard e fazer curvas radicais pelo deserto.

Você também pode ir ao Valle de la Muerte de bicicleta e fazer mountain bike por sua conta ou como parte de um tour grupal.

Lagoas altiplânicas: Miscanti e Miñiques

A uns 100 quilômetros ao sudeste de San Pedro se encontram as Lagoas Altiplânicas, dois impressionantes lagos azuis que servem de refúgio para a fauna autóctone.

Você poderá observar os guardiães das lagoas Miscanti e Miñiques, dois vulcões que compartilham o nome de suas protegidas de mesmo nome. Se tiver sorte, pode ser que cruze seu caminho uma tagua cornuda ou um flamingo chileno, duas de centenas de aves que usam as margens das lagoas para descansar ou fazer seus ninhos.

¿Qué hacer en San Pedro de Atacama? Full day a las lagunas altiplánicas

Vale do Arco-íris

Este vale de terras avermelhadas, verdes e amarelas, se encontra a uns 90 quilômetros de San Pedro de Atacama, perto dos petroglifos de Yerbas Buenas. Sua grande atração, além da variedade de tons produzidos pela mistura de minerais, argila e ferro, são as diversas formações rochosas, resultantes da erosão.

O Vale do Arco-íris é uma dos passeios mais espetaculares que se pode fazer em San Pedro, um lugar onde ainda se pode respirar tranquilidade e desfrutar a solidão.

Aproveite também para conhecer os petróglifos de Yerbas Buenas, um setor onde você vai encontrar arte rupestre que cuja antiguidade se estima em 10.000 anos.

Gêisers do Tatio e Baños de Puritama

A aproximadamente 80 quilômetros de San Pedro, se encontra um ponto importante no Deserto do Atacama: os Gêisers do Tatio, impressionantes colunas de vapor que brotam da terra. Esse lugar se encontra a 4.200 metros de altura, o que faz dele um espetáculo único no mundo.

Nos arredores dos gêisers, você poderá avistar a vicunha, o menor camelídeo do mundo, e que possui a lã mais fina.

É recomendável ir com um tour e não por conta própria, pelas características do caminho. Considere a altitude em que se encontram os gêisers e deixe essa visita para quando tiver passado pelo menos dois dias no deserto.

Você pode aproveitar o caminho de volta a San Pedro para fazer uma parada em Baños de Puritama, um oásis de águas termais composto por poços de rocha bem construídos que descem por um desfiladeiro. Encontra-se a 60 quilômetros dos gêisers do Tatio, aproximadamente, e a 28 quilômetros de San Pedro.

Há vestiários e banheiros nas instalações  e em temporada alta recomenda-se reservar seu ingresso no site dos Baños de Puritama.

Qué hacer en San Pedro de Atacama: Amanecer en los Géisers del Tatio

Pucará de Quitor

A aproximadamente três quilômetros de San Pedro, encontra-se o Pucará de Quitor, um forte pré-incaico do século XII fincado em uma ladeira empinada. Para chegar ao topo é preciso fazer um trekking de 15 minutos. O trajeto saindo de San Pedro se pode fazer de bicicleta.

Aldeia de Tulor

Uns nove quilômetros ao sudeste de San Pedro, se encontra a aldeia de Tulor, a mais antiga dessa região. Estima-se que esse povoado foi construído ao redor do ano 800 a.c. As teorias sugerem que seus muros se preservaram graças a que estiveram cobertos pela areia do deserto durante séculos. Ideal para os amantes da arqueologia.

Nesse setor você encontrará algumas casas reconstruídas. Também é possível ver os muros que no passado formaram as estruturas dessa aldeia.

Encontra-se a aproximadamente 10 quilômetros de San Pedro, e você pode visitá-lo no caminho ao Valle de la Luna.

Qué hacer en San Pedro de Atacama: Visitar el Pukará de Quitor

Rio Grande e Machuca, a vida no deserto

Esses pequenos vilarejos atacamenhos se encontram conectados por meio de uma quebrada que bordeia o rio Machuca e que se conecta com o rio Grande. Existe a possibilidade de fazer a travessia que une ambos os vilarejos, saindo de Machuca. Recomendamos experimentar os churrasquinhos de lhama, para acumular a energia necessária para chegar ao Rio Grande.

Não há transporte público, e por isso é necessário contratar transporte particular.

No Rio Grande, você encontrará casas de tijolos de barro, ruas de terra, uma igreja e pessoas amáveis. Recomendamos fazer o trekking de Machuca até o Rio Grande, e não no sentido contrário, para aproveitar as descidas.

Astroturismo

O deserto do Atacama é um dos melhores lugares do mundo para observar as estrelas. Na verdade, a olho nu se pode distinguir a Via Láctea. É por isso que alguns dos observatórios mais importantes do mundo escolheram esse lugar para instalar-se.

Você pode acampar no deserto e admirar as estrelas de noite, ou fazer uma excursão noturna. Esses tours saem de San Pedro e te levam a um lugar remoto onde poderá observar o céu com um potente telescópio.

Também é possível visitar alguns observatórios, como o ALMA, o maior observatório aberto ao público no mundo.

o deserto do Atacama é um dos melhores lugares do mundo para observar as estrelas. Na verdade, a olho nu se pode distinguir a Via Láctea. É por isso que alguns dos observatórios mais importantes do mundo escolheram esse lugar para instalar-se.

Você pode acampar no deserto e admirar as estrelas de noite, ou fazer uma excursão noturna. Esses tours saem de San Pedro e te levam a um lugar remoto onde poderá observar o céu com um potente telescópio.

Também é possível visitar alguns observatórios, como o ALMA, o maior observatório aberto ao público no mundo.

Agora que você já sabe o que fazer em San Pedro e seus arredores, saiba que você pode visitar esse setor do Chile durante todo o ano. A melhor época é durante a primavera (setembro – dezembro) e outono (março – maio), porque não faz tanto calor durante o dia e nem muito frio à noite. Recomendamos levar sempre filtro solar, óculos escuros, sapatos de caminhada e líquidos.


: Chile Travel

Chile Travel
Guía para descubrir los destinos excepcionales que se encuentran de norte a sur en Chile, compartiendo información y valiosos datos con todos los viajeros que aman su naturaleza indómita, paisajes llenos de contrastes y, por sobre todo, la calidez de su gente.

Guía para descubrir los destinos excepcionales que se encuentran de norte a sur en Chile, compartiendo información y valiosos datos con todos los viajeros que aman su naturaleza indómita, paisajes llenos de contrastes y, por sobre todo, la calidez de su gente.