Chile travel

Segurança

Seguridad-shutterstock-AC10

A importância que o Chile deu à segurança como pilar fundamental para o desenvolvimento levou a que o país hoje seja reconhecido internacionalmente como uma das nações com menores taxas de criminalidade em toda a região.

De acordo com o Índice de Cidades Seguras, elaborado recentemente pelo The Economist, Santiago é a cidade mais segura a nível latino americano.  Além disso, um estudo mundial elaborado pela revista Newsweek qualifica a Chile como o melhor país para viver na América Latina.

Por sua vez, Chile é um dos países mais pacíficos da América do Sul, ocupando dentro do ranking das nações da região com menores taxas de delitos graves, de acordo com o relatório de índice da paz global 2015 do Institute for Economics & Peace.

A fortaleza e a estabilidade de seus sistemas bancários e financeiros geraram elevados índices de credibilidade nos mercados estrangeiros, que permitiram que grandes empresas queiram investir no país, melhorando o acesso aos bens e serviços para toda a população.

Esporte

Iquique-AC03

Os êxitos e valores de nossos esportistas aproximam e unem, através da paixão, as pessoas ao longo de todo nosso país.

Histórias de esforço e sacrifício que convertem os homens em heróis. Que nos inspiram a todos. Que carregaram o reconhecimento aos distintos rincões do Chile.

Nosso esporte rei é o futebol. Temos embaixadores dentro e fora dos campos nas ligas mais importantes do mundo. Iván Zamorano e Marcelo Salas deram lugar a “La Roja” de Alexis Sánchez e de Arturo Vidal, a seleção que nos converteu em Campeões da América.

O tênis também nos deu alegrias. Fomos Top One com os saques de Marcelo Ríos e duas vezes campeões olímpicos com Fernando González e Nicolas Massú.

A variedade de nossa terra nos oferece quilômetros de litoral, com ondas que levantaram a Ramon Navarro como um ícone do surf e paisagens selvagens para viver desafiantes aventuras. A superar a nós mesmos permanente com dedicação e constância.

Idioma

Tejidos-aymara-AC06

Nossa língua oficial é o espanhol e embora seja falada por todos os chilenos, também existem idiomas ou dialetos que ainda são usados em distintas comunidades indígenas presentes em nosso país.

Com o espanhol como herança dos conquistadores espanhóis e a incorporação, através dos anos, de modismo locais e estrangeiros, nossa linguagem foi adquirindo suas próprias particularidades. Assim traços fonéticos, sintáticos e léxicos, criaram palavras próprias ou chilenismos.

Face as grandes mudanças, as línguas indígenas ainda permanecem presentes dando identidade aos povos e seus habitantes. Na zona andina do norte você pode descobrir o aimara e o quechua. O Rapa Nui ou pascoense encanta a polinésica Isla de Pascua (Ilha de Páscoa). E o mapudungun envolve em um aura mística algumas zonas do sul do país graças ao povo mapuche.

Herança social e tradição cultural se entrelaçam para expressar a essência do fim do mundo.

Religião

Religion-chiloe-09

Na sociedade chilena a religião tem uma papel importante, e tem sido relevante em vários eventos ao longo de nossa história.

O mundo religioso no Chile reconhece ao catolicismo como a fé predominante dentro do território. Seu legado pode ser admirado na rica arquitetura presente ao longo de todo o país. A catedral de Santiago é um marco em pleno coração da capital. E mais de 400 igrejas de madeira nativa em Chiloé, das quais 16 foram declaradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, são exemplos disso.

Em nossa sociedade coexiste uma variedade de crenças e práticas. Seguidores da igreja evangélica, testemunhas de Jeová, mórmons, judeus, budistas encontraram em nosso território um lugar com uma ampla liberdade de culto. Assim são celebrados festividades religiosas dedicadas a santos patronos e a Virgem. Da tradição e fé nascem celebrações cheias de identidade como a Festa de La Tirana ou Cuasimodo.

Costumes e tradições

Tapati-rapa-nui-marcelo-collao-AC02

Sabedoria e expressões da alma que se transmitem de geração em geração e se manifestam em costumes tão diversos como nossas paisagens.

Festas que encantam e envolvem a seus participantes. Trajes e máscaras brilham sob o sol do altiplano na Festa de la Tirana. Mitos e lendas retornam à vida em mágicos rituais polinésicos na Isla de Pascua (Ilha de Páscoa). Enquanto que em Chiloé, a solidária Minga celebra a construção e o translado da casa local.

Uma ampla diversidade de celebrações onde as Festas Pátrias são a grande protagonista. Durante 18 e 19 de setembro comemoramos nossa independência nacional com festejos populares. Nos reunimos em “fondas” para desfrutar comidas típicas enquanto dançamos ao compasso da “cueca” e outras canções populares.

É o imaginário de um país e de sua gente, que conserva e recria ao longo de todo o seu território, a essência de um passado ancestral.

Historia

Cultura-mapuche-lago-budi-AC05

Culturas e povos indígenas que evitaram durante séculos o contato com os exploradores europeus, finalmente foram colonizados pelos espanhóis que chegaram na América do Sul em busca de riqueza e glória para a Coroa.

Os reis do velho continente, conquistas e reconquistas deram lugar aos primeiros heróis de uma pátria. Um território que se transformou em república e que celebra hoje um pouco mais de 200 anos da independência.

Guerras civis, governos liberais e regimes radicais deram lugar ao presidencialismo no século XX. Nosso país se dirigia ao progresso sob conduções democráticas. Grandes mudanças chegaram nas décadas de 70 e de 80 quando mais de 15 anos de regime militar deram lugar a democracia.

Somos um país sólido e de confiança, que com o esforço e sacrifício fixamos nossas fronteiras. Nós aprendemos de nossos diferentes estilos de governo ao longo de toda a história. A experiência e contraste destes nos levaram a criar uma consciência cidadã que se adapta a evolução do mundo e a suas mudanças.

O Chile é muito mais que 15 regiões, somos a testemunha de um espírito indomável, uma sociedade que convive com sua diferenças e a partir delas constrói o futuro.

Gastronomía

Gastronomia-AC04

Na riqueza do solo chileno nascem alimentos impregnados com o sabor da natureza que se estendem para o mundo.

Nossos ingredientes levam impresso em cada sabor os mais de 4.000 quilômetros de litoral e do desenvolvimento de 17 climas, fazendo-os únicos. Vinhos que compartilham tradições do Velho Mundo e guardam os segredos da terra.

Destes produtos preparados com técnicas locais surgem preparações originais, dando uma identidade própria e nova vida aos alimentos. Entre os pratos locais mais famosos está o pastel de choclo (prato à base de milho), as  empanadas  de carne e o curanto de Chiloé (forma tradicional de cozinhar em brasas e pedras).  Nele os alimentos se cozinham à vapor coberto por folhas nativas e por pedras quentes no subsolo.

Os efeitos de uma cadeia que nasce do trabalho de quem trabalha a terra, produz o alimento, transporta, cozinha e termina com quem o desfruta na mesa de qualquer parte do mundo.

Arte

Arte-chile-AC01

Expressões que nascem da terra e saem ao mundo para projetar histórias de um povoado mágico. Criações que são verdadeiros fragmentos da alma do Chile.

Para um povo tradicionalmente silencioso, a música, é uma forma de expressar com multiplicidade de vozes um modo de sentir e sonhar. Nossas músicas são criações de tom regional que alcançam nível universal.

As obras de Los Jaivas e Víctor Jara transcendem até hoje, como o resgate e difusão da poesia camponesa cantada é o legado de Violeta Parra para o mundo. Sebastián Silva e Andrés Wood encontraram a maneira de expressar a identidade nacional em imagens que se projetam em importantes festivais internacionais.

A arte visual chilena chegou aos principais museus e exposições do mundo pelas mãos de consagrados artistas como o maestro surrealista Roberto Matta ou Pedro Lira, fundador do Museu Nacional de Bellas Artes. A arte também percorre as ruas. Como os murais de Valparaíso, onde o talento anônimo e coletivo dão à arte chilena seus múltiplos matizes.

A cultura vive e pulsa no Chile, avança, se nutre e cresce permanentemente instigando ao mundo inteiro em ser seus exploradores.

Literatura e Poesia

Literatura-arte-y-poesia-AC08

A inspiração nasce no fim do mundo. Onde poetas e antipoetas criam realidades e visões tão diversas como seus próprios expoentes.

Em nosso país vimos nascer ganhadores de Prêmio Nobel. Criadores que expandem sua visão da vida e do mundo através de obras que selam com tinta emoções que vêm da alma.

As ondas do Oceano Pacífico que quebram suicidas nos rochedos da Isla Negra inspiraram a Pablo Neruda. As obras de amor apaixonado e trabalhos de entusiástico e  hermeticamente sombrio o consagraram como o poeta dos versos mais reproduzidos no mundo. E as paisagens de Vicuña, no interior do Vale do Elqui, marcaram a vida e obra do primeiro Prêmio Nobel de Literatura latino americano, Gabriela Mistral.

Gênios contemporâneos que inspiram às gerações atuais. De um revelação irônica e iconoclasta de um mundo problemático, Nicanor Parra criou a antipoesia. E a influência de sua proposta estética foi um marco para as letras nacionais.

Os romances de Isabel Allende tomam vida através de produções de Hollywood. E Alejandro Jodorowsky transforma-se num mestre espiritual ao expandir as fronteiras da imaginação.

Palavras que resistem a passagem do tempo, que transformam o Chile em um país de poetas.

Idiossincrasia

Literatura-arte-y-poesia-AC08

Nossa identidade cultural e social mantém características do passado. Da conquista espanhola, as imigrações europeias e os traços dos povos nativos. Nosso caráter é resultado de vários contrastes de uma terra que palpita entre a cordilheira e o mar.

Somos trabalhadores por natureza e nos unimos, apesar das distâncias impostas pela geografia, para nos levantarmos uma e outra vez. O amor por nossa terra nos faz criar raízes e formar famílias que reinventam, mas sempre ocupam um lugar central em nossa sociedade.

Zona-central-rodeo-AC07

Embora por anos fomos considerados um dos países mais conservadores da América do Sul, hoje, nós somos um povo que olha para frente e se abre ao mundo com altivez e sem medo.

 

 

Inscrição newsletter