Chile travel

Vinhos chilenos que não dá para perder

A natureza privilegiou o Chile com uma geografia e uma variedade climática tão diversa que é perfeita para o desenvolvimento dos vales vitivinícolas. Cada variedade cresce em um lugar específico, um fator diferenciador na elaboração dos diferentes tipos de vinhos. Assim, por exemplo, no norte fica o Vale do Limarí, com excelentes Chardonnay. O Vale do Maipo se destaca pelos Cabernet Sauvignon, e em Casablanca há alguns dos melhores Sauvignon Blanc do país.

Neste breve percurso pelos vales mais conhecidos do Chile, você vai descobrir uma viagem de sabores, vinhos produzidos em lugares específicos e que conseguiram reconhecimento devido à sua qualidade e por preservar as tradições vitivinícolas do interior chileno.

Vale do Limarí

1280 hectares

380 quilômetros ao norte de Santiago

 

É o vale estrela no norte do Chile, com uma alta qualidade de vinhos, como Chardonnay, Sauvignon Blanc e Syrah. As condições e a proximidades ao mar contribuem para serem vinhos frescos e sutilmente salinos. Ainda são poucas as adegas a serem visitadas, mas a região tem um grande potencial turístico.

Vale do Maipo

13.400 hectares

Localizado em Santiago

 

Várias das adegas mais importantes e mais clássicas do Chile têm base no Vale do Maipo, de onde são provenientes os grandes Cabernet Sauvignon do país. Algumas das vinícolas encontram-se a somente 30 minutos do centro da capital, onde sem dúvida a rainha é a cepa tinta. O jornal norte-americano USA Today escolheu esta como a terceira melhor região de vinhos do mundo para se visitar.

Vale de Casablanca

5.600 hectares

74 quilômetros ao oeste de Santiago

 

É um dos poucos vales vitivinícolas chilenos que não está relacionado diretamente a um rio. Estende-se ao longo de 16 quilômetros. Casablanca foi selecionada pela Red de Capitales y Grandes Viñedos (Rede de Capitais e Grandes Vinhedos) como uma das capitais mundiais do vinho.

Tem uma oferta enoturística interessante e diversificada. Nas degustações não dá para perder os Sauvignon Blanc e os Pinot Noir.

Vale de Colchagua

30.000 hectares

150 quilômetros ao sudoeste de Santiago

 

O Vale de Colchagua foi o primeiro a desenvolver com sucesso uma rota do vinho. Foi reconhecido em 2005 como Best Wine Region in the World pela revista Wine Enthusiast.

É líder nacional na produção de todas as cepas tintas mais importantes. Em Colchagua é preciso provar o Carménère, o Cabernet Sauvignon e o Malbec.

https://storage.googleapis.com/chile-travel-static-content/2017/01/Casablanca-web.jpg