Chile travel

Os produtos turísticos mais inovadores de 2016 no Chile

O Caminho do Quartzo do Vale do Quilimarí, o resgate do patrimônio feito através da Rota dos Tesouros Vivos dos Arrieros (Tropeiros) do Chile e a valorização da cultura ancestral dos povos originários de Viver como Chonos na ilha Melinka, foram os produtos vencedores da segunda edição do concurso Mais Valor Turístico. O concurso, que foi realizado pelo Serviço Nacional de Turismo, deu destaque às empresas turísticas mais inovadoras do país e que contribuem para a diversificação das experiências, empregando práticas de sustentabilidade e de integração com as comunidades nas quais desenvolvem atividades.

Apresentamos aqui as experiências que se destacaram no Chile, e que podem ser vividas em três destinos domésticos:

Viver como Chonos em Melinka

É uma experiência de turismo rural e de vivência na Região de Aysen. Permite aos visitantes dormirem em rucas (vivenda mapuche) de palha, construídas com técnicas herdadas desse povo originário, e viver como os antigos colonizadores.

O produto resgata uma tradição, permitindo conhecer a cultura Chona, conviver com pessoas da comunidade, e escutar as suas particulares e antigas histórias e sabedoria.

Durante o tour é explicado como era a vida antigamente e o viajante é convidado a ser o protagonista da sua própria experiência. À noite os visitantes saem para pescar com rede, ao amanhecer vão mariscar e durante o dia cozinham em fogão de terra, preparando pratos típicos locais como o curanto, a cazuela, arrollado de mariscos com batata, entre outros.

Os anciãos da ilha, que têm todo o conhecimento e experiência, são os anfitriões que acompanham os viajantes nesta aventura, enquanto relatam as histórias do lugar e desenvolvem as atividades.

O tour já leva 4 anos e o que mais sobressai entre as pessoas que já participaram é a desconexão que se alcança e a satisfação de poder escutar histórias de uma pessoa que vive numa ilha isolada, de forma simples, e que é feliz vivendo assim. Os visitantes apreciam muito isso e vão embora satisfeitos e renovados ao final da experiência.

Mais informações em: Arquipélagos da Patagônia.

Rota Tesouros Vivos

É uma experiência de turismo, aventura e contato com a natureza com um cuidado importante com o patrimônio cultural, baseado no trabalho colaborativo com as comunidades locais de Farellones, os arrieros (tropeiros). Os arrieros são parte do patrimônio cultural tangível do lugar e parte da identidade do Chile, e estão sendo parte de um trabalho de resgate na Região Metropolitana, tendo em vista que tais costumes vêm se perdendo com os anos.

Esta rota é um caminho que os tropeiros percorriam antigamente, no verão e no inverno, levando os animais aos melhores lugares para sua alimentação. O caminho é feito a cavalo e os viajantes participam de uma experiência singular, com figuras típicas da região, vivendo as suas tradições durante os dias que dura o percurso.

No primeiro dia do tour é realizada uma cavalgada de 4 horas, subindo por uma trilha em Farellones até chegar a um setor a 2.500 metros de altura na Cordilheira dos Andes, onde é montado acampamento e realizado um churrasco com os tropeiros. O ambiente é o ideal para ouvir as experiências que eles viveram na montanha, gerando um contato mais direto entre os participantes do caminho. No segundo dia a cavalgada é retomada, percorrendo os belos vales da região.

Mais informações em www.flechaextrema.cl.

Caminho do Quartzo e sanação da alma

Este tour, que é realizado no Vale de Quilimarí na Região de Coquimbo, é uma experiência completa de bem estar e sanação associada à beleza do destino e seus recursos naturais, misturando o turismo e as propriedades energéticas do quartzo.

O quartzo é um mineral estabilizador natural que ajuda física e mentalmente as pessoas. Aqueles que vivenciam esta experiência relaxam e ficam encantados, tanto com as minas de quartzo como com a beleza do lugar.

A excursão conduz os participantes ao seu próprio interior, às suas emoções… tudo isso em meio a uma linda paisagem, como é o Vale de Quilimarí, e à realização de terapias em camas de quartzo, sonoterapias com tigelas de quartzo, meditações guiadas, entre outras opções.

O tour termina com um passeio à mina “La Esperanza”, na localidade de Tilama, onde antigamente era feita a exploração de quartzo. A mina é o point do mineral na região, e deixa os turistas encantados com o lugar.

O tour dura um dia completo e inclui visitas às localidades de Quilimarí, Pichidangui, Guangualí e Tilama; visita à mina de quartzo; almoço saudável; sessão em camas de quartzo e meditação. Há também a possibilidade de realizar outros tours, como uma excursão noturna.

Mais informações em www.rutadelcuarzo.cl.