Chile travel

O Chile celebra a festa do vinho

As características naturais do Chile, sua diversidade geográfica e climática e a conjunção de diferentes tipos de solos deram ao nosso país uma posição privilegiada como grande produtor de vinhos em nível mundial.

A variedade de vinhos e vales é inigualável. Vão desde Elqui, no norte, até a região de Malleco, no sul, atravessando as alturas da Cordilheira dos Andes e recebendo a influência marítima do Oceano Pacífico.

Nesse contesto, são celebradas a cada ano as festas da vindima. Uma diversidade de acontecimentos populares cujos preparativos começam durante o mês de março e são concluídos no final de abril, momento em que os principais vales vitivinícolas realizam atividades sobre o vinho, atraindo turistas locais e visitantes estrangeiros.

Ao longo dos anos a vindima tem se transformado em uma referência do campo chileno, misturando atividades populares, demonstrações gastronômicas e degustações de vinhos. Uma oportunidade imperdível de conhecer os vinhos nacionais.

Apresentamos aqui alguns dos vales produtores de vinhos do Chile e as festas da vindima que estão programadas para este ano.

Valle de Casablanca
A influência do Oceano Pacífico, especialmente da corrente fria de Humboldt, permite que variedades como o Chardonnay, o Pinot Noir e o Sauvignon Blanc se desenvolvam com mais caráter nesta região.

Vendimia
Apesar de ser uma das festas folclóricas mais recentes do Chile, a festa da vindima de Casablanca tem ganhado força graças à grande visibilidade de seus reconhecidos Syrah, Pinot Noir, Sauvignon Blanc e dos melhores espumantes da região.

A V Fiesta de la Vendimia será celebrada na Plaza de Armas da comuna de Casablanca, no fim de semana de 25 e 26 de março. Contará com a participação de mais de dez vinhas que formam parte da Rota do Vinho e elaboram os melhores vinhos com denominação de origem de Casablanca.

Cada vinha terá um ponto de degustação, além do já tradicional bar para degustação de todas as variedades dos espumantes do Valle, harmonizados com um perfeito ceviche local. A Rota do Vinho de Casablanca contará com uma boutique que oferecerá produtos típicos das vinhas, incluindo seus artigos destacados.

Valle de Curicó
As mudanças mais importantes da vitivinicultura chilena começaram no final da década de 70 no Vale de Curicó. É uma região com grande potencial para os vinhos, do mar até a cordilheira.

Vendimia
A maior e mais antiga festa da vindima chilena celebra este 2017 seus 31 anos, e será realizada na Plaza de Armas entre os dias 23 e 26 de março. A adega espanhola Miguel Torres, que está presente no vale desde 1979, é a principal organizadora do evento.

A programação contará com shows de reconhecidos artistas nacionais, mostras da gastronomia, artesanato, a eleição da “Rainha da Vindima”, a esperada competição dos pisadores de uva e a proclamação da Vendimia. Como em todos os anos, a tradicional festividade permitirá aos participantes conhecer e degustar os vinhos que compõem a Rota do Vinho do Vale de Curicó.

Valle del Maipo
É o terceiro vale com a maior quantidade de hectares de vinhedos plantados, ficando atrás somente dos vales do Maule e de Colchagua. Várias das adegas mais importantes e clássicas do Chile têm a sua base no Maipo, origem dos grandes Cabernet Sauvignon do país. Algumas das suas vinhas estão próximas a Santiago, a capital, e são de fácil acesso.

Vendimia
A XIII Fiesta de la Vendimia (1º e 2 de abril) será realizada em Isla de Maipo e contará com um show de Inti Illimani, um dos conjuntos de música popular chilena mais conhecidos no mundo. Além disso, haverá gastronomia típica, degustações e mais de cem stands com produtores e artesãos locais.

Serão lançados quatro roteiros turísticos: patrimonial, premium, tour para estrangeiros e visita a “Casona Arquería”, onde foi instalada uma “biblioteca” com todas as cepas existentes no Vale do Maipo.

A festa da vindima da Isla de Maipo terá degustações dos vinhos clássicos da região e outros segmentos premium das vinhas locais.

Valle de Colchagua
Colchagua é o segundo maior vale do Chile em extensão, tendo um pouco mais de 29 mil hectares. Em termos gerais é um vale bastante quente, motivo pelo qual produz principalmente vinhos tintos. O calor da região é propício para Carmenére, Cabernet Sauvignon e Syrah.

Vendimia
Foi realizada durante a primeira semana de março na Plaza de Armas da cidade de Santa Cruz, centro histórico e coração do Vale do Colchagua. Houve diversos shows musicais, mostras gastronômicas, artesanatos típicos da região, diferentes tipos de programas turísticos das vinhas locais e, pela primeira vez, degustação dos vinhos premium do vale, denominados “Grandes do Colchagua”.

Cepas como Malbec e Cabernet Franc e mais recentemente Garnacha e Mourvedre, de origem mediterrânea, também têm ganhado espaço no vale e aumentado a variedade de tintos que o visitante pode conhecer durante a sua visita ao Colchagua.

Artesanato típico da região, deliciosas mostras gastronômicas, shows musicais e divertidos programas turísticos nas vinhas foram apenas algumas das atrações deste fim de semana.

https://storage.googleapis.com/chile-travel-static-content/2017/03/Crédito_Viña-Miguel-Torres_2.jpg